domingo, 2 de dezembro de 2007

COISAS CAFONAS DE MOTEL

Ao contrário do que se imagina, não sou cafona. Como os cafajestes de antigamente eram muito bregas, algumas pessoas acham que nós, ‘cafas modernos’, também também adotamos o estilo ‘Didi Mocó Pegador’. Mas isso não é verdade.

Nós temos, sem dúvida, um péssimo caráter no que diz respeito aos relacionamentos sexuais/afetivos. Mas não somos necessariamente cafonas! Sei que alguns realmente passam dos limites. Uma pena.

Mas falo por mim, e garanto que não sou. Então pronto.

Desta feita, sinto-me habilitado para falar das cafonices que encontro nos motéis. Como todos devem supor, minha vida sexual é agitada a valer, de modo que preciso vez por outra recorrer a hospedarias de alta rotatividade para mandar brasa.

Nessas (muitas, inúmeras, milhares) idas-e-vindas, pude reparar em vários itens que lamentavelmente se repetem.

Decoração
Deve haver alguma misteriosa e inacreditável regra que obriga os motéis a ter sempre uma decoração triste e lamentável. É extremamente difícil encontrar um que seja pelo menos razoável. Quase sempre as camas têm entalhes sofríveis, as paredes são deprimentes, as cortinas são intoleráveis e assim por diante.

Luzes
Isso é de lascar. A ridiculice começa com os interruptores, que invariavelmente ficam todos num ‘console’, na cabeceira da cama. Esse é só o início, pois o grande problema é a ‘variedade de cores’. Não sei por que cargas d’água alguém inventou que os hóspedes de um motel procuram luzes vermelhas, azuis, roxas ou verdes.

Acessórios Inúteis
Há vários exemplos, como por exemplo o ‘teto solar’. Sei de gente que o abriu para dar uma fornicada ’sob a luz do luar’, mas acabou tendo que fechá-lo às pressas depois que começou a chover. Mas há outros cacarecos sofríveis em alguns motéis, como toboágua, fliperama, pista de dança, entre outras coisas absolutamente dispensáveis.

Banheiras, Piscinas, Saunas
O problema das banheiras, a meu ver, está principalmente na (péssima) conservação ou então nas cores. Já tive o azar de ver uma banheira de cor ‘vinho’. Há, no mercado, banheiras de todas as cores, mas o dono do motel optou pelo tom ‘bordô’.

As piscinas são tristes pelo fato de que são sujas. Ou alguém aqui acha que alguém sai da água para gozar? Pois é… Aí não dá, né? E as saunas são deploráveis pelo simples fato de que são praticamente inúteis. Só quem quer ‘aproveitar todas as regalias’ é que usa a sauna. Essa, aliás, é a filosofia clássica da cafonice. Na boa.

Sabonetes, Xampus, Escovas de Dente
Simplesmente de amargar. Difícil pegar algo de boa qualidade, pois os motéis, via de regra, oferecem sabonetes e xampus baratíssimos. E as escovas são péssimas e ficam destruídas depois de uma única usada.

2 comentários:

Thiago Apenas disse...

"fliperama"
Extremamente necessário!Evita que vc deseje que a mulher vire um pizza depois da 1ª.

Anônimo disse...

cara... imagina receber sexo oral durante o jogo no fliperama depois da 1a...

perfeito