domingo, 2 de dezembro de 2007

COMO ACABAR UMA RELAÇÃO BOROCOXÔ - OU PELO MENOS CONSEGUIR UMA BAGUNCINHA DA BOA

É, meu amigo, a coisa não vai bem nesse semi-namorico? O casinho já está no bico do corvo? A relação está naquelas de “meio barro, meio tijolo”? Você está acomodado, mas queria mesmo era acabar com tudo (e escapar com vida)?

Tenho a solução: proponha um ménage.

Isso mesmo. Diga pra sua mocinha que quer um forrobodó com outra garota. Se ela sugerir outro homem, você faz jogo duro e diz que é “old school” no que tange ao ménage, de modo que só aceita o feminino (ela pode tanto fazer um discurso no estilo “Women’s Liberation Front”, como também se sentir valorizada pelo fato de você não ter ciúme).

Com a sugestão da bagunça a três, há dois resultados previsíveis: a) ela não vai topar e ficará putíssima, provavelmente terminando a relação; ou b) ela vai topar e você conseguirá finalmente realizar aquela fantasia que cultiva desde os 13 aninhos.

Simples, não? Pois é… Quem disse que a vida deve ser sempre complicada?

Claro que, quando ocorre a opção “b”, você apenas adiou o problema (de uma forma assaz aprazível, mas não deixa de ser procrastinação, ora pois!). Aproveite os doces instantes desse adiamento, e então, caso queira, você põe termo na relaçãozinha.

Ah! Isso não vale para namoro sério, ok? Porque aí vai rachar a laje! Só dá samba quando se trata de coisinha leve, sem compromisso mais sério. Se sua relação já está bem firme, com todos os nomes e rótulos a que se tem direito (e dever!), não adote esse tipo de tática.

O melhor a fazer é simplesmente ser homem, olhar nos olhos e jogar limpo.

Mas, se for aquele namorico-quase-nada, pode usar e abusar da tática. Se der certo, maravilha; se de ‘errado’, mais maravilha ainda!

5 comentários:

Anônimo disse...

Caro (posso chamar de querido?) Camanducaia

Já postei isso hoje, mas tenho a impressão de que não foi publicado. Olha, sem puxa-saquice (não sou disso), tenho adorado o seu blog, que me faz rir muito (e também, talvez contra a sua proposta, muitas vezes me faz refletir um pouco). Quase morri de rir, por exemplo, naquela da "fingidora de orgasmo performática" que chega a plantar bananeira e imitar o Michael Jackson.

Um beijo e cada vez mais sucesso p/ o seu blog (ou outros projetos)

Liane

Claydson disse...

Faltou dar o devido crédito ao Seinfeld e ao George Constanza.

Martha disse...

Simplesmente, adoro o seu blog! E adoro mais ainda a forma descontraída e humorada como vc consegue relatar as mais diversas situações. É a primeira vez que leio seus textos e só tenho mais uma coisa para te dizer: Parabéns! Sou sua fã a partir de hoje! Bjux até mais!

Milla disse...

Realmente eles têm razão.. o blog é mt bom.

Só queria tirar uma dúvida... como saber se o cara é cafajeste ou não?
Tipo... eu tenho um namorado q sempre foi honesto comigo... Mas eu hj olhei o celular dele e n tinha nenhuma chamada recebida e logo eu cheguei à conclusão q ele tinha apagado tudo pq n qria q eu visse as ligações. Então eu pensei:
- Ah seu FDP...
Eu sei q tá parecendo loucura, mas deve-se suspeitar de todos pq pode se tratar de um cafajeste.
Camila

Tatti disse...

Mesmo as vezes você esculachando nós mulheres... Você tem razão... Nós somos Muito bobas mesmo de achar que depois daquela noite... Vocês Homens Ligariam para nós.
Enfim... Você está de Parabéns... Realmente agora eu consigo indentificar os 'Cafas' da Noite... Mais Levo numa Boa...
Tenho dó apenas nas suas antiigas namoradas.. ! Ah se elas lessem isso.. iriam bater na tua porta todas juntas e.. Aí Meu amiigo.. você estaria em maus Lençóiis.

Beeijo Cafa mais Sincero da Net. !